Invasão Holandesa em Salvador em 1624

Esta é um versão colorizada de uma outra ilustração holandesa representando o ataque holandês da Cidade do Salvador, em 1624. Veja a legenda embaixo.

Nota: os holandeses desembarcaram no local do Forte de Santa Maria e subiram a Ladeira da Barra.

 

Invasão Holandesa

 

 

◄ História de Salvador

 

 

Planta das fortificações de Salvador em 1638.

 

Copyright © Guia Geográfico - Ilustrações históricas da Bahia

Antiga Cidade do Salvador, invasão holandesa;

 

Salvador 1638

 

Mais Salvador no século 17 ►

 

Legenda

1 - Praia onde os soldados desembarcaram.

2 - Caminho estreito por onde deviam ter sido facilmente impedidos.

3 - Quartel abandonado pelo inimigo amedrontado.

4 - Grande praça, onde os soldados formaram pelotões, indo assim para o perímetro da Cidade, onde encontraram alguma resistência, que foi dominada.

5 - Capela fora da Cidade.

6 - Perímetro da Cidade, onde passaram a noite.

7 - Porta no lado sul da Cidade por onde entraram nossos soldados.

8 - Forte de pedra bruta, situado a uma distância de terra suficiente para um barco, com maré cheia, passar por trás. Aqui havia 11 canhões e uma quantidade incrível de soldados.

9 - Uma outra bateria em terra, de onde houve fogo pesado.

10 - Um grande trapiche onde havia muito açúcar armazenado.

11 - Estes navios, que estavam ancorados perto da terra, foram incendiados pelos nossos soldados.

 

História Cidade Salvador

 

 

 

 

 

 

 

12 - Mais dois fortes, o mais à frente chamado S. Philippi.

13 - Dois grandes guindastes, que por meio de duas espécies de trenós de madeira, transportavam todas as coisas pesadas para a Cidade Alta, que fica a umas 100 braças acima do nível do mar.

14 - Porta no lado norte da Cidade.

15 - Convento de S. Francisco onde os jesuítas têm seu Colégio.

16 - Prisão.

17 - Casa de Artilharia.

18 - Uma igreja em construção.

19 - O Mercado Grande.

20 - Um quartel de guarda.

21 - A casa do Governador.

22 - Duas fontes de onde se tira água fresca para a Cidade.

a - O navio Samson e o

b - Navio De Ster que foram postos nos lugares indicados A e B. Esses ficaram sob o fogo dos fortes da costa e abriram fogo sobre aqueles fortes, ainda de manhã, quando a Cidade já estava capturada.