Aquarelas de Emeric Essex Vidal

(1835 - 1837)

 

As aquarelas aqui apresentadas foram pintadas pelo artista inglês Emeric Essex Vidal, entre 1835 e 1837. Representam paisagens da Baía de Todos os Santos, incluindo um panorama da Cidade do Salvador. Foram publicadas, em edição fac-similar, em 1996, pelo Banco da Bahia Investimentos, com texto do antropólogo Pedro Agostinho da Silva (1906-1994), da UFBA.

Emeric Essex Vidal nasceu em Bedford, Inglaterra, em 29 de março de 1791. Em 1806, alistou-se na Marinha Britânica, onde exerceu cargos de secretário do comandante e escrivão de bordo. Em 1808, Vidal chegou em Salvador no HMS Clyde, um dos navios que acompanharam a Família Real de Lisboa até a Bahia. No ano seguinte, deixou o serviço ativo da Marinha. Em 1815, estava a serviço das tropas britânicas na guerra contra os EUA. Nessa época, produziu suas primeiras aquarelas conhecidas. Em 1816, retornou ao serviço ativo da Marinha no HMS Hyacinth, como escrivão e secretário do comandante. O Hyacinth dava, então, proteção aos navios mercantes britânicos no Atlântico Sul. Vidal pintou aquarelas de Montevideo, Buenos Aires e Rio de Janeiro, publicadas na Inglaterra, a partir de 1820. Em 1821, registrou, em aquarelas, os funerais de Napoleão.

Em 1826, seguiu no HMS Ganges, em serviço no Atlântico Sul. Pintou, em vista panorâmica, a Baía de Todos os Santos e a Cidade do Salvador. Fez também ilustrações do Rio de janeiro. Em 1831, embarcou no HMS Asia, que servia em Lisboa. No ano seguinte foi ferido e deixou o serviço ativo.

De 1835, embarcou no HMS Talbot, com destino ao Brasil. Pintou novos panoramas do Rio de Janeiro, da Baía de Todos os Santos e da Cidade do Salvador. Em 1837, deixou o Talbot.

Segundo Pedro Agostinho, Salvador era a maior e mais rica cidade do Atlântico Sul durante os tempos a vela. Era também famosa por sua beleza. Charles Darwin apaixonou-se pela Bahia quando aqui esteve, por duas vezes, em 1832 e 1836. Em 1510, antes de ser Salvador, era a Terra de Caramuru. Desde o século 17, tem sido uma das cidades mais pintadas, desenhadas e fotografadas da América, por incontáveis artistas.

Vidal morreu, em Londres, em 7 de maio de 1861.

Mais: Aquarelas de Robert Pearce de 1819

 

Mais Salvador no século 19

 

A Baía de Todos os Santos com o Bonfim e Monte Serrat, ao fundo.

 

Panorama da Cidade do Salvador

(Clique nas imagens para ampliar)

 

Barra Baia

 

Gamboa

 

Solar do Unhão

 

Theatro

 

Catedrais Salvador

 

Aquarela Bonfim

 

Emeric Essex Vidal

 

 

◄ História de Salvador

 

 

Barcos

 

Barcos na Baía de Todos os Santos.

 

Baleeiras

 

Baleeiras com a Ilha de Itaparica ao fundo.

 

Copyright © Guia Geográfico - Bahia no Século XIX.

 

Emeric Essex Vidal

 

 

História Cidade Salvador